Thoughts on Google’s 20% time

Standard

Este post diz respeito aos 20% de tempo que supostamente os trabalhadores do Google podem tirar para se dedicarem a projectos pessoais.

  • É mais uma atitude do que uma regra. A ideia é que as melhores ideias venham seja de quem for, e não apenas dos ‘chefes’ ou alguém acime da hierarquia.
  • As pessoas no Google trabalham arduamente nos outros 80% do tempo. O querer mostrar aos colegas que se é bom e que se consegue fazer coisas boas leva muita gente a trabalhar longas horas e embora haja a cultura de trabalhar em projectos pessoais isso é feito sem detrimento para o resto dos projectos.

Google’s Process:

  • Os “managers” programam pelo menos 50% do tempo, actuando mais como “tech leads” do que gestores de projecto.
  • Os programadores podem trocar de equipa a qualquer altura, sem serem questionados sobre isso.
  • Existe uma filosofia de nunca dizer aos programadores o que fazer.
  • Os programadores são encorajados a dedicar 20% do seu tempo a trabalhar no que quiserem.
  • Não há muitas reuniões. Cada programador participa no máximo em 3 reuniões por semana, incluindo um 1 para 1 com o seu lead.
  • O ambiente é sossegado e as equipas pequenas (2-5 pessoas).
  • Não existem Gantt charts ou calendários com tarefas agendadas nas salas.
  • O almoço e jantar na empresa são grátis.

Nota: Atenção que isto são generalizações e generalizações são sempre perigosas. Como eu não sou jornalista dou-me ao luxo de escrever aqui seja o que for e a informação aqui contida deve ser lida com isso em atenção.

Adaptado de: